Invadindo a festa ( Uma homenagem ao nosso amigo aniversariante missionário Eliezer Neto – Zezé)

Num belo dia de evangelismo
Chegamos à casa de um homem muito simpático
Aos setenta e cinco anos de idade estava lúcido e muito feliz.
Chegamos lá com um grupo bem especial como quem não queria nada
Fisgamos o primeiro peixe. Deu sua palavra de honra que não voltaria atrás.
Quando sua mulher chegou em casa, para surpresa de todos, emocionando toda gente disse:
Tô feliz mulher. Sou crente!!
Como nosso coração exultou de alegria. Fomos para a cozinha beber garapa
Ele fez uma oração com sua esposa ao lado ,mas sempre fazendo muita graça.
Eles queriam até nos acompanhar no restante daquela caminhada pelo povoado
Mas havia uma festa de formatura de sua família.
Mal sabíamos eles e nós que nossa próxima parada seria uma aventura perto da sua casa.
Fomos em frente à jornada de semear a palavra.
Quando nos deparamos com um pequeno aglomerado de pessoas com bolas e mesas.
Perguntamos ao líder: vamos lá? Ele disse é agora, com certeza.
Foi o grupo de missionários entrando em festa alheia.
Com bíblias e revistas cumprimentando cada um na ousadia sertaneja.
Era a formatura da sobrinha daquele casal
Quando vimos chegava gente de todo brejal
Em vez de irmos de casa em casa naquele dia toda a vizinhança tinha um encontro marcado
Com a formanda de enfermagem.
O que ninguém sabia é que Deus já havia planejado algo sobrenatural
Levamos a palavra com o som do cantor convidado sem pagar um real
Todos ouviram a palavra e o convite para receber Jesus naquela tarde
Todos mesmo: crianças, adolescentes, anciãos, jovens, homens e mulheres.
Ah só não posso me esquecer de que os padres contratados para o cerimonial da formatura tiveram que ouvir e receber Jesus sem perder a postura.
Foi só alegria naquele dia, pois muitos fizeram a oração recebendo o Salvador. Distribuímos para todos o alimento do Senhor.
Todos agradeceram a nossa presença e só depois caímos na real sobre a ousadia tal que o Papai do céu nos deu para testemunharmos do seu amor naquela tarde em Brejal.
 Maricá, RJ, Brazil
Compartilhando um pouco daquilo que temos vivido, visto e ouvido do Pai.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: